Releases

Cleomar da Silva se prepara para pleitear vaga na seleção Paralímpica Brasileira

O paratleta Cleomar da Silva se prepara para pleitear no início de 2021 uma vaga na seleção Paralímpica Brasileira. O objetivo é chegar aos Jogos Paralímpicos de Tóquio, no Japão.  

 

A pandemia parou o mundo. A sociedade como um todo teve que repensar atitudes e novas formas de se relacionar. Diversos setores sentiram os impactos causados pela Covid-19, inclusive, o esporte. Atletas tiveram suas rotinas de treino alteradas, competições foram canceladas e, claro, dois dos maiores eventos esportivos do mundo, os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, adiados para 2021. As medidas são apenas algumas das muitas ações já realizadas por diversas entidades esportivas para garantir a segurança dos competidores e também tentar frear a transmissão do coronavírus, que já infectou mais de 29 milhões de pessoas e fez mais de 900 mil vítimas em todo o mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde. Enquanto instituições de saúde tentam achar uma solução eficaz para o combate do vírus, atletas e profissionais do esporte seguem adaptando seus treinos e rotinas de trabalho. Um deles é o paratleta de Atletismo patrocinado pela Flex, Cleomar da Silva.   

Este ano, Cleomar, que compete na categoria F37 (para pessoas com paralisia cerebral) nas modalidades Lançamento de Disco, Lançamento de Dardo e Arremesso de Peso, participaria de uma série de competições oficiais do calendário de eventos de Atletismo. Em fevereiro deste ano, o paratleta ainda conseguiu competir no Regional Rio-Sul, tradicional evento organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB). Esta edição, realizada no Espírito Santo, contou com a participação de centenas de atletas.  

“Participei do regional RioSul em Vitória e finalizei o evento em quarto lugar no Lançamento de Disco, segundo no Arremesso de Peso e primeiro no Lançamento de Dardo. Depois, com o início da pandemia e da necessidade de isolamento social, tudo foi cancelado”, conta Cleomar. 

Com os casos crescentes de Covid-19 no país, somado ao distanciamento social e as determinações do Governo proibindo aglomerações e a prática de atividades físicas em determinados locais, Cleomar precisou se adaptar à nova rotina de treinamento. Para continuar no ritmo tive que manter meus treinos em casa”, acrescenta 

No início de setembro, Cleomar intensificou ainda mais os treinos e, com a volta das atividades no estado, ele conseguiu retomar o treinamento na academia e também na Fundação de Esportes, em São José. O objetivo agora é participar das competições que valem vaga para a seleção Brasileira Paralímpica e, por meio dela, chegar aos Jogos Paralímpicos, com previsão para acontecer entre agosto e setembro do próximo ano, em Tóquio, no Japão.  

No que depender da dedicação do Cleomar para conquistar a vaga e do Comitê Paralímpico Brasileiro, a chance de chegar aos Jogos pode estar mais próxima do que nunca. Segundo balanço apresentado pelo CPB em agosto deste ano, o país já conta com 105 vagas em 14 modalidades. Com o adiamento das competições para 2021, é possível que este número aumente em virtude de modalidades que tiveram seu período classificatório ampliado. 

“Estou muito focado. Com o apoio da família UCA (União Catarinense de Atletismo), da Prefeitura de São José e da Flex, estou conseguindo enfrentar esse momento difícil da pandemia. As competições valendo vaga para a seleção Brasileira Paralímpica começarão no início do próximo ano e conquistar essa vaga é meu objetivo”, reforça Cleomar da Silva. Um dos requisitos para pleitear um lugar na seleção é estar entre os primeiros do ranking. “Estou aguardando retornar as competições para melhorar minhas marcas. Atualmente estou em quarto no Lançamento de Disco, sétimo no Lançamento de Dardo e oitavo no Arremesso de Peso“, completa. 

Outros projetos 

Paralelo aos treinos no Atletismo, Cleomar conclui este mês mais um importante projeto de vida, a sua graduação (Licenciatura) em Educação Física. A retomada dos estudos, que conta com o incentivo da Flex, aconteceu em 2017. De lá para cá, Cleomar tem dedicado parte do seu tempo na sua capacitação profissional.  

“Finalizei meu trabalho de graduação com um excelente resultado. Agora continuarei estudando para me formar no Bacharelado. A previsão é setembro de 2021”, afirma Cleomar. 

 

Conheça a história de superação do Cleomar da Silva.  

Para conhecer outras iniciativas da Flex, clique aqui. 

 

 

Compartilhar:

22 de setembro de 2020

Compartilhar:

Imprensa:

Assessoria de Imprensa Cris Moraes

paula@crismoraes.com.br

cris@crismoraes.com.br

+55 11 2305-3540